SAÚDE

Cannabis no tratamento de burnout

Resultados apontaram percentual significativo de redução de ansiedade, depressão e burnout

24/8/21

Se até o começo do ano passado pensávamos que trabalhávamos muito, é bem verdade que depois que a pandemia começou a gente tem certeza que estamos trabalhando ainda mais. Seja porque ficou difícil separar a vida pessoal da profissional ou porque os chefes andam cobrando mais tarefas para garantir que estejamos mesmo ocupados enquanto trabalhamos de casa, fato é que passamos mais horas por dia trabalhando do que nunca.

Com isso, cresceram também os casos de burnout, aquele esgotamento mental que muita gente anda sentindo por aí. Interessados em descobrir como a cannabis pode ajudar a tratar o desequilíbrio psiquíco de uma pessoa sobrecarregada de trabalho, pesquisadores do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, estudaram os efeitos do CBD em profissionais da saúde com sintomas de esgotamento mental causado pela rotina estressante no atendimento de infectados por covid.

O estudo, que aconteceu entre os meses de junho e novembro de 2020, observou 120 profissionais que tomaram medicação padrão, 61 dos quais tomaram, ademais, 300 miligramos de canabidiol diariamente. Segundo o Jornal da Usp, os resultados apontaram uma redução de 60% dos sintomas de ansiedade, 50% dos de depressão e 25% de burnout entre os que fizeram o tratamento padrão mais o uso do canabidiol em comparação com aqueles que só fizeram o tratamento padrão.